É muito difícil encontrar uma criança que goste de fazer os deveres de casa.

Se para muitas só o fato de ir à escola já é um pesadelo, imagine ter que passar mais horas debruçada sobre os livros, quando a vontade é de ver televisão, brincar, jogar com os amigos. As tarefas escolares estão em último lugar na lista de prioridades. Cabe aos pais criar condições para que as tarefas sejam cumpridas de maneira proveitosa e da forma mais fácil e rápida. Algumas ideias simples costuma funcionar.
DESLIGUE A TELEVISÃO
Qualquer programa na televisão ganha de qualquer uma das obrigações escolares. Portanto, o horário de ver televisão deve ser acertado entre pais e filhos, e, eles só poderão assisti-la depois de ter todas as tarefas cumpridas. Mas, um fundo musical ao gosto da criança pode ajudar a concentrá-la.
DEFINA UM LOCAL E HORÁRIO
Existem aquelas crianças que preferem fazer tudo assim que chegam em casa (são poucas) e outras que precisam de um tempo para relaxar. Mas, nunca deixe os trabalhos para depois do jantar.
ARRANJE TEMPO
Quando a criança costuma chegar em casa exausta, sem vontade de fazer nada, é porque deve estar sobrecarregada. Reveja a lista de atividades e verifique se ela não está com muitas atividades extracurriculares: inglês, natação, judô, etc. Caso ela não tenha tempo para ler, brincar com os amigos, passear com o cão, jogar, ou seja, nenhuma brecha na agenda para descontrair, fale com o professor.
ESTEJA PRESENTE
Estudar é estar sozinho. Por isso, muitas vezes, os jovens estudantes hesitam tanto antes de começarem a fazer trabalhos. A criança fica sozinha com as dificuldades, as falhas, as dúvidas. Ajude-a a lidar com essa angústia ensinando-lhe que com esforço todos somos capazes de tudo. E, não espere até o último momento para ajudar. Uma dúvida soluciona-se com mais facilidade com uma explicação quando é necessária e não quando a criança já chorou, esperneou, fez birras.
ELOGIE O ESFORÇO MAIS DO QUE O RESULTADO
Habitue seu filho a pensar que ele é capaz. Às vezes, é mais importante um bom esforço do que uma boa nota. Cuidar da autoestima da criança é fundamental nessa idade e vai protegê-la nas adversidades futuras. Ela vai ser uma pessoa mais segura, capaz de dar a volta por cima.
NUNCA FAÇA OS TRABALHOS POR ELA
Quem está aprendendo é ele e muito desse processo tem que ser feito sozinho. Tenha conhecimento das notas da criança, mostre interesse pela sua vida na escola, mas não seja o professor. Habitue a criança a pedir ajuda quando for necessário. Mas, ensine-a a usar as ferramentas ao invés de fazer as tarefas por ela.
MOTIVE-A
Não fale que o estudo é importante para ela arrumar um bom emprego daqui 20 anos. Seja prática e explique que estudar é importante porque a inteligência tem que ser cultivada, tem que ser treinada. E, que existem coisas importantes que só desenvolvemos através do estudo: a perseverança, a coragem, a confiança, o autoconhecimento.
ENSINE-LHES REGRAS DE ESTUDO
Primeiro se estuda o que se tem mais dificuldades e o que se gosta menos. Quando tem muitas páginas, sublinhar e tomar notas ajuda a não desviar o pensamento. Habitue a criança a fazer uma planilha com os dias dos testes e a estudar com antecedência.

Product Image